Países como Peru e Israel, acostumados a usar quantidades muito menores de recursos hídricos em suas plantações, podem ser exemplos para os produtores rurais brasileiros. De acordo com o consultor Glauco Kimura, esse será um dos destaques da troca de experiências e práticas entre os participantes do 8º Fórum Mundial da Água. “Vamos debater como se pode produzir alimentos garantindo sustentabilidade da água e eficiência”, disse.  

“É muito importante trazer o setor agrícola para o 8º Fórum para discutir inovações”, afirmou Kimura, lembrando que o evento está com inscrições abertas aos interessados do mundo todo.

O consultor também falou sobre a relação entre a água e as mudanças climáticas: “O binômio clima-água é indissociável. Então, esse tema vai estar muito forte na COP23 nesta semana e, certamente, no Fórum Mundial da Água no ano que vem”.

Kimura lembrou ainda da Vila Cidadã, o espaço de aprendizado e entretenimento que permitirá a participação de toda a sociedade no 8º Fórum.

As declarações do Consultor do Secretariado do 8º Fórum Mundial da Água foram feitas ao programa “Brasil Rural”, da Rádio Nacional/EBC. A entrevista foi ao ar no dia 09 de novembro. Confira no link abaixo:

http://radios.ebc.com.br/brasil-rural/2017/11/brasilia-sedia-em-2018-o-8o-forum-mundial-da-agua

 

Organização e Apoio

PATROCÍNIO PRATA

ORGANIZAÇÃO

SUPORTE