O 8º Fórum Mundial da Água foi apresentado no pavilhão brasileiro da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP 23), que está acontecendo em Bonn, na Alemanha. O seminário, realizado na segunda-feira (13), ocorreu no Espaço Brasil, um local criado para troca de informações entre governos, autoridades, empresas, sociedade civil e academia.

A oitava edição do Fórum Mundial da Água acontecerá em Brasília, entre 18 e 23 de março de 2018. Pela primeira vez, o evento será realizado em um país do Hemisfério Sul. Cerca de 40 mil pessoas são esperadas para o evento.

“O 8º Fórum está no país certo na hora certa. A realidade é que estamos vivendo uma crise hídrica no Brasil. O evento é uma grande oportunidade para engajar a sociedade brasileira, as instâncias federais, estaduais e municipais e começarmos a olhar o problema da água com a seriedade que ele exige”, afirmou o ministro do Meio Ambiente (MMA), Sarney Filho, durante o seminário.

Para o ministro, o Espaço Brasil na COP 23 serve para dar visibilidade a iniciativas como o Fórum Mundial da Água. “As pessoas precisam saber mais a respeito da crise hídrica e o Fórum será uma janela de oportunidades não só para resolvermos ou para encaminharmos soluções para esse problema, mas também para que empresários e organizações ligadas à causa possam usufruir de novos conhecimentos, tecnologias e contar, ainda, com o respaldo político para que essas ações sejam implementadas”, concluiu.

Ney Maranhão, diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), mostrou ao público os preparativos para o 8° Fórum, a estrutura e a organização do evento. “Tivemos a oportunidade de apresentar, no Dia da Água no pavilhão brasileiro na COP 23, uma contextualização da importância do Fórum para o Brasil e para o mundo, principalmente em meio a tantas preocupações ambientais e tantos indicadores alarmantes que estamos vivendo”, disse.

Maranhão reforçou que os debates sobre a relação da água com o clima, tema da COP, estarão presentes no 8º Fórum. Segundo ele, as articulações dos temas do evento estão em sintonia com as Metas do Desenvolvimento Sustentável, estabelecidas pela ONU até 2030, com as recomendações dos fóruns anteriores e com o Acordo de Paris sobre as Mudanças Climáticas.

COP 23
A 23ª Conferência das Partes (COP) começou na segunda-feira (13) e termina nesta quarta-feira (14), em Bonn, na Alemanha. O principal objetivo do evento, que ocorre todos os anos, é revisar a implementação das metas estabelecidas pela Convenção das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC).

A UNFCCC entrou em vigor em 1994 e reúne 196 países. A iniciativa é uma resposta política internacional às mudanças climáticas e começou na Cúpula da Terra do Rio em 1992 (Rio 92). Na ocasião, a "Convenção do Rio" incluiu a adoção do Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC).




 

Organização e Apoio

PATROCÍNIO PRATA

ORGANIZAÇÃO

SUPORTE